Resenha: Entre 3 Mundos

Olá, leitores! Tudo bem? 
Hoje eu venho com a resenha de um livro que recebi da editora D´Plácido! 

Título: Entre 3 Mundos
Autor: Lavínia Rocha
Editora: D´Plácido

Número de páginas: 224
Skoob: Adicione


Comprar: Físico

Sinopse: 
Há algumas décadas, o Brasil vivia intensos conflitos entre pessoas normais e pessoas com dons extraordinários. Visando a paz no país, as autoridades o dividiram em dois territórios – o do Norte e o do Sul – e assinaram um contrato proibindo a migração de uma região para a outra.

Alisa é de uma família do Norte, mas foi identificada como pertencente ao Sul e precisa esconder a verdade de ambos os mundos. Além de quebrar o contrato toda semana para visitar seus pais, Alisa enfrenta problemas comuns da adolescência: acha seu próprio nome bizarro, gosta do cara errado e é a única pessoa que não percebe o quanto seu melhor amigo é apaixonado por ela.


A vida de Lisa (como prefere ser chamada) se transforma completamente com um grande acontecimento no colégio e, agora, ela se vê diante de um desafio envolvido pela descoberta do amor e da sua verdadeira identidade.



Eu não sou muito de ler literatura
fantástica. Quem me acompanha á mais tempo, sabe bem disso. Mas, TIVE que dar
uma chance a Entre 3 Mundos. E o que me impeliu a fazer isso? A capa! 

“Por que,
Lorrane?” 
Representatividade
negra. Já ouviu falar? Nós negros quase não somos representados na sociedade. Quando isso acontece, (salvo poucas exceções) os negros são os bandidos, os escravos, os empregados ou são apenas objetos sexuais. 
Quantos
livros, séries e filmes com protagonistas negros você conhece? Quando você liga
a televisão, quantos artistas negros você vê? Quando vai a livraria, quantas
capas de livros com negros há? 
Nós precisamos ser representados! A
falta de representatividade machuca, deixa sequelas. Principalmente
nas crianças. Já pensou nos danos que isso causa ao emocional de uma
criança?

Ela cresce sem se vê e
acaba por acreditar que ser negro é algo ruim, acaba chegando a pensar que ter
nascida negra foi um erro, ela deseja ser branca, acredita que só será bonita
se parecer branca. 
E isso causa a não aceitação, isso causa falta de auto
estima, isso causa a vergonha por sua raça. É uma bola de neve. 
E
a capa do livro Entre 3 Mundos, me representa. Eu me vejo ali, consigo me
enxergar! E isso é tão bom!

Aquece o coração e acaricia a alma. Por me sentir
representada, eu decidi ler E3M. E foi uma ótima decisão!
www.dreamsandbooks.com
Instagram @DreamseBooks

Entre 3 Mundos ganhou meu coração. Não apenas pela capa
linda, mas, também pela história em si e principalmente pela forma como ela foi
contada.


A forma de escrever da Lavínia é tão incrível! Ela te
prende ao livro de uma maneira tão acolhedora! É como voltar a ser criança e
ouvir alguém te contar um enorme conto de fadas. Um conto cheio de mistério,
fantasia, amor e aventura. Tudo dosado na medida certa!

Além da capa linda, da protagonista negra e da escrita
incrível, E3M ganhou meu coração por se passar no Brasil. Já é legal quando um
autor passa uma história no Brasil, imagina quando essa história é de
fantasia?!
E3M é um livro lindo, com uma história rápida e fluida,
uma história focada no amor. Amor entre familiares, amor por si mesmo, amor de
amigos e também o amor romântico.

É um livro voltado não apenas para o público
infanto-juvenil. E sim, para todos que desejam embarcar junto com Alisa em
busca de si mesmos, em busca de descobertas, de aventuras e, principalmente, em
busca do amor!