Pilha com vários livros escritos por pessoas negras. Eles possuem lombadas amarelas e pretas, e estão organizados de uma forma em que as cores vão se alternando.

#BingoLitNegra: vamos ler mais livros escritos por pessoas negras em novembro?

Por Lorrane Fortunato

16 de outubro de 2020

Em 20 de novembro é comemorado o dia da Consciência Negra, uma data extremamente importante para nós, pessoas negras. E pensando em dedicar todo o mês de novembro para a leitura de livros escritos e protagonizados por pessoas negras, Solaine Chioro criou o #BingoLitNegra. Assim como em 2019, o Resistência Afroliterária irá sediar o Bingo!

Como funciona o #BingoLitNegra?

O Bingo de Literatura Negra é desafio literário para o novembro negro. Com 24 categorias diferentes e um espaço livre, no #BingoLitNegra você deve escolher uma linha, coluna ou diagonal da cartela e procurar livros para ler que contemplem as categorias apresentadas nos cinco quadrados desse espaço por você selecionado. Além disso, todas as obras precisam ser escritas e protagonizadas por pessoas negras. Sim, os dois.

A ideia do Bingo é celebrar não só narrativas sobre pessoas negras, mas também dar espaço na sua estante para as vozes de autores negros, que são ainda bastante escassas e esquecidas dentro do mercado literário.

Como qualquer Bingo, você vence quando completa uma linha horizontal, vertical ou diagonal. Se quiser, pode fazer mais de uma linha ou até mesmo fechar a cartela inteira!  Mas só de fazer uma linha e sair com cinco leituras incríveis já está ótimo, né? Além das categorias, tem o espaço livre onde qualquer livro pode ser lido desde que siga a regra de ser escrito e protagonizado por pessoas negras.

Cartela do #BingoLitNegra de 2020.

A cartela também está disponível em Excel: bit.ly/bingolitnegraexcel

Achou interessante? O desafio começa no dia 1° de novembro, mas você já pode escolher a sua linha e separar os livros que vai ler no mês!  Não deixe de usar a hashtag #BingoLitNegra e seguir o Resistência Afroliterária no Twitter e no Instagram.

E aí, curtiu o #BingoLitNegra? Vai participar? Compartilhe esse post com os seus amigos para que mais pessoas possam ler mais livros escritos por pessoas negras!